{ reflexão semanal }

Newsletter nº30 / 2020

Um Líder que Impressionaria Jesus

por Rick Boxx

Uma das mais subestimadas chaves para o sucesso nos negócios é a capacidade de impressionar as pessoas com quem nos reunimos, especialmente aquelas que ocupam posições de influência. Conhecemos bem o ditado que diz: «Nunca se tem uma segunda oportunidade para causar uma boa primeira impressão.» Sendo assim, se tivesse oportunidade, quem seria a pessoa que gostaria de impressionar?

Deixando o ambiente do mercado de trabalho, o que é que acha que seria preciso para impressionar alguém da magnitude de Jesus Cristo? Pode argumentar-se que Ele exerceu mais influência sobre pessoas de todas as nações e culturas do que qualquer outro indivíduo na História. Contudo, no capítulo 7 do Evangelho de Lucas, lemos a respeito de um homem que deixou Jesus admirado. Isto é particularmente notável porque, ao contrário de Jesus, aquele líder nem sequer era judeu, mas antes um gentio, um centurião romano.

Esta breve história fala-nos de um líder militar, um oficial que comandava centenas de homens, que pede a Jesus que cure o seu servo. Neste centurião, vemos diversas qualidades que nos podem ajudar a cada um de nós a tornar-nos líderes melhores, até mesmo no mundo profissional e empresarial, tantas vezes impessoal e até mesmo duro.

A PROFUNDA COMPAIXÃO DO LÍDER. Em Lucas 7:2, lemos: «E o servo dum certo centurião, a quem muito estimava, estava doente e moribundo.» A primeira qualidade que descobrimos é a compaixão daquele oficial. O texto diz-nos que ele tinha o seu escravo em grande estima e que se preocupava com ele a ponto de procurar para ele uma cura divina. Isto era uma atitude extremamente incomum naqueles dias, dada a diferença de posição dos dois homens, e muito compassiva. Até que ponto iria para cuidar de cada membro da sua equipa, até mesmo daqueles que estão sob a sua autoridade?

A SABEDORIA ESTRATÉGICA DO LÍDER. Um segundo atributo que se destaca naquele centurião é a sua sabedoria estratégica. Ele poderia ter intercedido junto de Jesus pessoalmente, ou mesmo tentado exercer o seu poder oficial para o intimidar. No entanto, por ser gentio, este líder romano suspeitou que não deveria ter grande capacidade de persuasão sobre Jesus. Em vez disso, Lucas 7:3 afirma: «E, quando ouviu falar de Jesus, enviou-lhe uns anciãos dos judeus, rogando-lhe que viesse curar o seu servo.» O centurião escolheu sabiamente líderes judaicos, pessoas directamente ligadas a Jesus, para pedirem em seu favor. Seleccionarmos as pessoas certas para nos representarem na nossa causa revela sabedoria estratégica.

A FÉ CORAJOSA DO LÍDER. O último atributo que vemos naquele centurião romano que pediu a Jesus para curar milagrosamente o seu servo é a sua fé corajosa. Ele obviamente tinha ouvido falar de Jesus e dos seus milagres. Apesar de ser gentio e não judeu, basicamente um homem exterior à esfera de influência imediata de Jesus, o oficial creu completamente que Jesus poderia curar o seu servo. E — ainda mais notável — ele também estava convencido de que Jesus poderia ordenar a cura sem sequer estar presente!

Por isso é que Lucas 7:9 nos diz: «E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e, voltando-se, disse à multidão que o seguia: “Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.”» O centurião não apenas creu que Jesus poderia restaurar a saúde do seu servo, mas também que Ele poderia fazê-lo à distância.

O acto de intercessão do centurião mostrou que nada — nem graves enfermidades, nem diferenças culturais nem a distância — poderia deter a sua fé no ministério de cura de Jesus. Semelhantemente, devemos todos orar para que a nossa fé em Jesus permaneça suficientemente forte para vencer sejam quais forem os obstáculos e problemas empresariais que nos surjam.

Partilha esta Reflexão

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
«E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e, voltando-se, disse à multidão que o seguia: ‘Digo-vos que nem ainda em Israel tenho achado tanta fé.’» Lucas 7:9

Reflexões da Semana é um serviço da ASPEC – Associação de Profissionais e Empresários Cristãos, em colaboração com “CBMC International”. Para mais informações não hesite em contactar-nos.