{ reflexão semanal }

Newsletter nº09/2024

Todos Nós Estamos ‘Sob Influência’ – Escolha as Boas

por Robert J. Tamasy

Uma das piores coisas que pode acontecer ao conduzir um veículo motorizado é ser intimado por estar a conduzir “sob influência”. Isto refere-se, normalmente, a conduzir estando intoxicado ou controlado por qualquer tipo de droga. Mas nós também podemos ser influenciados por smartphones, por fazer qualquer coisa (por exemplo comer qualquer coisa) sem manter os olhos no que está à frente, ou até mesmo conversar animadamente com um passageiro. Permitir que influências assim nos afetem de modo adverso enquanto estamos atrás de um volante, deveria ser penalizado, com razão!

Mas não se trata apenas de dirigir. Onde quer que estejamos – em reuniões de trabalho, a fazer telefonemas de vendas, no ginásio para nos exercitarmos ou a descansar em casa, todos nós estamos constantemente “sob influência” de muitos fatores diferentes. A questão é: o que – ou quem – estamos a permitir que nos influencie? 

Podemos ser influenciados pelos nossos pares – pessoas com as quais trabalhamos e para quem trabalhamos. Somos influenciados pela publicidade. Somos influenciados pelas notícias dos media, programação televisiva, filmes ou pela música que ouvimos. Talvez a maior influência que nos afeta no Século XXI venha do “ciberespaço” – as muitas formas de comunicação disponíveis na Internet.

Agora temos pessoas que são conhecidas como “influencers”. Algumas são celebridades bem conhecidas, outras são pessoas comuns que reúnem grande número de seguidores através das informações – verdadeiras ou não – que se comunicam através de podcasts, blogues e redes sociais. Uma parte dessa influência é boa e útil, mas grande parte daquilo que vemos e ouvimos trata-se, na melhor das hipóteses, de distração; na pior, de algo destrutivo. Então, como controlamos aquilo que nos influencia?

Chris Simpson, Presidente do CBMC Internacional, expressa isso da seguinte maneira: “Criar influência humana é barato e fácil – diga às pessoas o que elas querem ouvir. Influência divina tem alto valor – ela vai desafiar e repreender, enquanto encoraja e capacita.”

As Escrituras oferecem diretrizes para determinar que influências devemos aceitar e quais as que devemos evitar. A Bíblia também oferece princípios sobre como podemos exercer influência positiva sobre outras pessoas:

Influências que devemos acolher.  Estamos cercados por influências negativas, até mesmo danosas. Não precisamos de as procurar – elas encontram-nos. Em vez disso, devemos ativa e intencionalmente procurar por influências que nos edifiquem e aperfeiçoem a nossa vida. Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4:8). 

Influências que devemos imitar.  Quem são as pessoas à sua volta que parecem tornar a vida melhor, para si e para os outros? Nós devemos procurar aprender com elas e esforçarmo-nos por ser influência e exemplo positivos para outras pessoas. “Ponham em prática tudo o que aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim. E o Deus da paz estará convosco.” (Filipenses 4:9). 

Influências que devemos evitar.  Às vezes, nem sequer temos consciência da influência que as pessoas exercem sobre nós. A melhor maneira de prevenir-se contra influências negativas é ficando distante de pessoas tóxicas, que têm a tendência de envenenar a atmosfera onde quer que estejam. “Não se associe com quem vive de mau humor, nem ande em companhia de quem facilmente se ira.” (Provérbios 22:24). 

Na próxima semana há mais!

Partilha esta Reflexão

“Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.” (Filipenses 4:8).

Reflexões da Semana é um serviço da ASPEC – Associação de Profissionais e Empresários Cristãos, em colaboração com “CBMC International”. Para mais informações não hesite em contactar-nos.