{ reflexão semanal }

Newsletter nº22/2021

Os Pequenos Negócios Podem Ser Beneficiados Pela Confiança

por Rick Boxx

A instituição de pesquisas Gallup entrevistou milhares de pessoas nos Estados Unidos para determinar em que instituições é que depositavam mais confiança. Depois das forças armadas, que ficaram em primeiro lugar, os pequenos negócios vieram em segundo lugar na classificação da Gallup, com 68% das pessoas inquiridas a declarar que confiavam mais nos pequenos empreendimentos comerciais do que em outras instituições.

As grandes empresas, porém, ficaram em décimo segundo lugar com um nível de confiança de apenas 23%. São muitos os possíveis motivos para explicar a distância enorme entre os pequenos negócios, de propriedade privada, e as grandes empresas. A nossa intenção não é acusar as grandes empresas; muitas delas são vitais para a nossa sociedade e esforçam-se por manter um equilíbrio saudável entre os lucros e o compromisso para com aqueles que adquirem os seus produtos e serviços. Mas o que salta aos olhos nesta pesquisa é que, aparentemente, os pequenos negócios têm uma excelente oportunidade de tirarem proveito da confiança do público para benefício de todos.

As pequenas empresas, é claro, têm muitas desvantagens quando competem com grandes negócios, entre as quais o poder de compra, os recursos humanos e financeiros, a influência e, em muitos casos, o reconhecimento do nome. No entanto, com sabedoria e criatividade, os empresários das pequenas empresas podem ser capazes de desenvolver estratégias para alcançar o sucesso no presente e no futuro.

Por exemplo: como comparar a ida a uma grande superfície – dessas que geralmente fazem parte de uma grande rede – que conta com um mínimo de funcionários, com a ida a uma pequena loja de bairro que tem vendedores prontos e ansiosos para lhe dar assistência naquilo de que precisar? Já se sentiu frustrado ao tentar resolver um problema com uma factura de uma grande loja, vendo-se limitado pelas habituais respostas automáticas ou a ter que falar com alguém numa cidade distante? Um pequeno negócio pode não somente ser mais acessível, como também desenvolver um relacionamento pessoal com os seus clientes.

Embora a Bíblia não faça distinção entre grandes e pequenos negócios nos seus ensinamentos, na verdade ela oferece princípios que os empreendimentos de menor dimensão podem usar no seu proveito. Aqui estão alguns deles:

A sabedoria pode ser um guia na identificação do mercado certo. Uma pequena empresa pode não ter acesso a todos os recursos que estão disponíveis para um grande negócio, mas buscando a sabedoria que vem de Deus e sendo sensível às necessidades dos seus clientes, pode tomar boas decisões. «À cidade dos fortes sobe o sábio, e derruba a força em que confiaram.» (Provérbios 21:22).

É fundamental que a Direcção partilhe os mesmos valores.  Ser um empreendedor ou possuir um pequeno negócio não significa ter que trabalhar sozinho. Além de formar a equipa certa, nunca será demais reconhecer a importância de haver uma Direcção composta por amigos e parceiros de confiança que partilhem as mesmas crenças e valores. «Onde não há conselho, os projectos saem vãos, mas com a multidão de conselheiros se confirmarão.» (Provérbios 15:22).

Construir uma empresa baseada na boa vontade.  A filosofia do «cliente em primeiro lugar» é uma forma de assegurar o retorno dele para futuros negócios. Uma grande empresa pode seguir uma abordagem semelhante, mas por vezes os interesses dos accionistas sobrepõem-se à atenção personalizada para com os seus clientes. Numa pequena empresa é geralmente mais fácil focar nas necessidades individuais do cliente.  «Nada façais por contenda ou por vanglória, mas por humildade; cada um considere os outros superiores a si mesmo. Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual, também, para o que é dos outros.» (Filipenses 2:3-4).

Partilha esta Reflexão

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
“À cidade dos fortes sobe o sábio, e derruba a força em que confiaram.» () .” Provérbios 21:22

Reflexões da Semana é um serviço da ASPEC – Associação de Profissionais e Empresários Cristãos, em colaboração com “CBMC International”. Para mais informações não hesite em contactar-nos.