{ reflexão semanal }

Newsletter nº32 / 2020

O Seu Objetivo é Autoridade ou Liderança?

por Robert J. Tamasy

Certa vez ouvi uma pessoa observar sabiamente: “O problema de algumas pessoas serem nomeadas presidentes das suas companhias é que, de repente, elas acham que precisam agir de modo presidencial.” Já reparou isso? Indivíduos de repente sentem que precisam viver à altura dos seus títulos exibindo o seu poder e força.

O consultor Tim Kight diz: “A sua organização pode colocá-lo em uma posição de autoridade, mas somente você se pode colocar em uma posição de liderança.” Receber um título e a autoridade que o acompanha não faz de uma pessoa um líder genuíno, do mesmo modo que entrar em uma garagem não faz de alguém um carro. A verdadeira liderança é conquistada, e não concedida.

Já foi dito que a única maneira de determinar se você é um líder consiste em olhar em volta e ver se alguém o está a seguir. Sendo assim, quais são algumas das características de um líder real, alguém que merece ser seguido? Aqui estão alguns princípios, firmemente alicerçados nas Escrituras, e que ajudam a moldar uma liderança efetiva:

Delinear uma visão. Não importa onde estejam – uma companhia lucrativa ou uma organização não lucrativa, uma igreja ou clube desportivo – as pessoas gostam de saber para onde estão a ir  e quais são os seus objetivos. Um líder eficaz lança a visão, mostra o caminho. “Não havendo profecia (visão), o povo se corrompe…” (Provérbios 29:18).

Depois de três anos a liderar os Seus discípulos, Jesus Cristo – o maior líder de todos os tempos – projetou para eles uma visão clara e ambiciosa, antes de subir aos céus. Ele disse: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações…ensinando-os a obedecer a tudo o que Eu lhes ordenei.” (Mateus 28:19-20).

Servir os outros. Eu trabalhei para chefes que esperavam que eu os servisse, e trabalhei para chefes que estavam prontos para  se servirem de mim e a todos pelos quais eram responsáveis. Quem você acha que era mais fácil servir em troca e prestar lealdade incondicional? Novamente, Jesus demonstrou este tipo de liderança, servindo aos outros de diversas maneiras, o que incluiu lavar os pés dos Seus discípulos, sujos e empoeirados por usarem alparcas, depois de um longo dia de viagem. “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos.” (Marcos 10:45). Se necessário, você estaria disposto a dar a sua própria vida por aqueles que o seguem? Isto é exatamente o que Jesus fez. “Ninguém tem mais amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.” (João 15:13).

Promover o crescimento das pessoas. Uma verdade banal é que o maior teste para um líder – o seu legado – é o que acontece com a companhia, organização ou missão depois de ele ir embora. Nenhum de nós vai viver para sempre, portanto, o líder sábio esforça-se para treinar e desenvolver outras pessoas para que possam continuar o trabalho, depois de ele partir –  reforma-se assume outra posição ou mesmo morre. O apóstolo Paulo compreendeu isso muito bem, ao exortar o seu discípulo Timóteo: “E as palavras que me ouviste dizer na presença de muitas testemunhas, confia-as a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar outros.” (II Timóteo 2:2).

Compartilhar o crédito. No seu clássico livro sobre gestão, Empresas Feitas Para Vencer, Jim Collins escreveu sobre um líder que “recusou terminantemente receber o crédito pelo sucesso da sua empresa, atribuindo o seu êxito ao fato de ter grandes colegas de trabalho, sucessores e antecessores.” A maioria dos trabalhadores não hesitará em dar o seu melhor quando sabem que compartilharão o crédito pelo trabalho realizado. “Que outros  lhe façam elogios , não a sua própria boca; outras pessoas, não os seus próprios lábios.” (Provérbios 27:2).

Partilha esta Reflexão

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
“Ninguém tem mais amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.” Joao 15:13

Reflexões da Semana é um serviço da ASPEC – Associação de Profissionais e Empresários Cristãos, em colaboração com “CBMC International”. Para mais informações não hesite em contactar-nos.