{ reflexão semanal }

Newsletter nº33/2021

É Importante Tirar Tempo Para Celebrar

por Robert J. Tamasy

No mundo empresarial e profissional, concentramo-nos em objectivos, novos produtos e serviços, quotas de vendas, e lucros. Procuramos estas coisas com grande energia, determinados a atingir as nossas metas. Mas, o que acontece quando somos bem-sucedidos, quando alcançamos os resultados pretendidos? Na maioria das vezes, limitamo-nos a estabelecer novas metas e objectivos, quotas de vendas e resultados. Depois, rapidamente, passamos à frente.

Muitas organizações e líderes, consumidos pelas suas missões e objectivos, passam a correr pelos seus grandes marcos e vitórias sem fazer uma pausa suficientemente longa para poder celebrar e apreciar o que conseguiram. Imaginem três alpinistas a escalar um enorme pico que, no momento em que chegam ao cume, avistam outra montanha alta ao longe. Em vez de apreciarem o que acabaram de fazer, apressam-se a descer o Monte Quase-Impossível e dirigem-se para o desafio da próxima montanha.

Isto parece uma parvoíce, não parece? Mas é muitas vezes o que nós fazemos. Em vez de seguirmos o que diz o provérbio (americano), “Tire tempo para cheirar as rosas”, corremos em direcção ao horizonte em busca de realizações ainda maiores. Quando eu era editor de jornais e revistas, lutei contra esta tentação. Tínhamos trabalhado arduamente para montar a última edição, superando muitas dificuldades e obstáculos ao longo do caminho, mas assim que saía das impressoras, a nossa atenção logo se voltaria para o planeamento, escrita, edição, e concepção da próxima edição.

Foi por isso que sempre fiz um esforço para carregar no botão “pausa”, permitindo à nossa equipa apreciar o que tínhamos conseguido antes de mudarmos o nosso foco para o próximo conjunto de prazos. Precisávamos de tempo para celebrar.

Como o meu amigo Rick Boxx, também colaborador regular do “Maná de Segunda”, afirmou numa das suas mensagens de correio electrónico diárias: “As celebrações são uma parte importante da viagem. Elas podem dar nova força ao pessoal, reconhecer os que têm melhor desempenho e unir uma equipa”. A camaradagem pode ser construída durante a luta, reunindo os nossos respectivos talentos e capacidades para alcançar um objectivo comum. Mas a mesma camaradagem – algumas pessoas chamam-lhe espírito de equipa – é solidificada e fortalecida quando podemos, em conjunto, desfrutar da glória de um trabalho bem feito.

Vemos um bom exemplo disto no livro de Neemias, no Antigo Testamento da Bíblia. Os israelitas tinham concretizado a sua própria “missão impossível”, trabalhando arduamente para reconstruir as muralhas de Jerusalém, bem como para reconstruir e habitar as casas da cidade. Apesar de terem enfrentado forte oposição, a reconstrução foi concluída nuns incríveis 52 dias. Era definitivamente tempo de celebrar. E foi isso que eles fizeram.

Em Neemias 12:27 lemos: “E, na dedicação dos muros de Jerusalém, buscaram os levitas de todos os seus lugares, para os trazerem, a fim de fazerem a dedicação com alegria, louvores, canto, saltérios, alaúdes e harpas”. O povo de Israel enfrentaria muitas outras dificuldades nos dias seguintes, mas reconheceu a importância de celebrar o que tinham feito.

O rei Salomão, reconhecido como sendo o mais sábio e bem-sucedido dos reis do antigo Israel, compreendeu o valor da celebração: “Eis aqui o que eu vi, uma boa e bela coisa: comer, e beber, e gozar cada um do bem de todo o seu trabalho, em que trabalhou debaixo do sol, todos os dias da sua vida que Deus lhe deu; porque esta é a sua porção.” (Eclesiastes 5:18).

No seu local de trabalho, aproveite as oportunidades de celebração. Ajudará a manter a sua equipa estimulada e motivada.

Partilha esta Reflexão

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
“E, na dedicação dos muros de Jerusalém, buscaram os levitas de todos os seus lugares, para os trazerem, a fim de fazerem a dedicação com alegria, louvores, canto, saltérios, alaúdes e harpas” Neemias 12:27

Reflexões da Semana é um serviço da ASPEC – Associação de Profissionais e Empresários Cristãos, em colaboração com “CBMC International”. Para mais informações não hesite em contactar-nos.